Apple iPhone 12 Pro | O que é LiDAR?

O novo iPhone 12 Pro foi revelado no evento da Apple de hoje. Como esperado, inclui um conjunto de recursos e atualizações em relação aos modelos anteriores, incluindo um novo scanner LiDAR. Essa tecnologia pretende revolucionar a fotografia e a realidade aumentada, mas como ela funciona ainda é um mistério para muitos. O que é LiDAR, e que tipo de benefícios você pode esperar ver com isso? É isso que estamos aqui para discutir.

O que é o scanner LiDAR da Apple iPhone 12 Pro?

O scanner LiDAR é um novo recurso introduzido nos modelos mais recentes do iPhone 12 Pro e iPhone 12 Pro Max. LiDAR significa Light Detection and Ranging, que é uma tecnologia que usa luz laser para medir distâncias e reflexos. No iPhone 12, o LiDAR é usado para tirar fotos melhores e aumentar o desempenho do software AR.

Como esse sistema funciona é um pouco complicado de explicar. Resumindo, o novo scanner iluminará o ambiente com feixes de luz laser e, em seguida, analisará os dados para determinar as distâncias relativas. Isso não apenas dá ao conjunto de câmeras do iPhone 12 uma melhor percepção do ambiente, mas também aumenta a eficácia da funcionalidade ARKit.

Como as experiências de realidade aumentada dependem da varredura do ambiente local, este scanner será usado em conjunto com outros sensores para basicamente ter uma ideia do ambiente. As câmeras serão capazes de usar os dados para obter uma melhor noção de profundidade, o que teoricamente aumentará o desempenho com pouca luz nas fotografias. Os dados digitalizados também terão um impacto significativo nas projeções de realidade aumentada, uma vez que o software compreenderá melhor a cena em que irá sobrepor os gráficos.

Para a maioria dos usuários, o maior benefício será na fotografia. A Apple está fazendo um grande esforço para obter melhores capturas em pouca luz com o iPhone 12 Pro, e o LiDAR desempenha um papel importante nesse processo. No entanto, o uso de realidade aumentada também está crescendo, e o scanner LiDAR significa que os desenvolvedores terão “oportunidades infinitas” (citadas da Apple) para aproveitar as vantagens da nova tecnologia.